Instituto Abraço de Mãe utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência de acordo com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso, e ao continuar navegando você concorda com estas condições.

Central de dúvidas

A seguir você confere as principais dúvidas relacionadas ao crescimento e desenvolvimento infantil. Nossos médicos especialistas em pediatria e nutrição infantil oferecem as principais orientações aos cuidados nos primeiros anos de vida das crianças.

Quais são os primeiros sinais de atraso no desenvolvimento das crianças?
Os primeiros sinais afetam a estrutura corporal das crianças: Desenvolvimento motor grosso: está relacionada à movimentação de grandes músculos, que permite que a criança execute ações como correr, pular, subir e descer degraus. Desenvolvimento motor fino: está ligada à movimentação e coordenação de músculos menores, ligados às habilidades de uso das mãos e às atividades da vida diária, como escrever, digitar, desenhar etc. Desenvolvimento da habilidade de linguagem: envolve tanto a comunicação verbal quanto a não verbal. Desenvolvimento cognitivo, social, emocional e comportamental: engloba tanto funções cognitivas – como memória, atenção, raciocínio lógico, resolução de problemas – quanto habilidades comportamentais – como capacidade de resposta a situações adversas, autorregulação e interação social.
Quais alimentos devem ser introduzidos na rotina das crianças para garantir seu desenvolvimento?
Cada fase da vida da criança necessita de nutrientes específicos e é importante respeitá-las para garantir o desenvolvimento completo. Até 6 meses de vida: Dar somente leite materno. O leite materno contém tudo o que a criança necessita até o 6.º mês de idade, inclusive água, além de proteger contra infecções. A partir dos seis meses, oferecer de forma lenta e gradual outros alimentos, mantendo o leite materno até os dois anos de idade ou mais. É importante que a criança beba água nos intervalos das refeições. A partir dos seis meses, dar alimentos complementares (cereais, tubérculos, carnes, leguminosas, frutas e legumes) três vezes ao dia se a criança receber leite materno e cinco vezes ao dia se estiver desmamada. No segundo ano de vida, devem ser acrescentados mais dois lanches, além das três refeições. A partir dessa idade, mantenha uma alimentação saudável, ofereça verduras, frutas e sucos variados. Evite que a criança consuma excessivamente açúcar, cafés, enlatados, frituras e modere o sal.
Como montar uma alimentação balanceada para crianças com obesidade?
Os pais ou responsáveis devem ajudar a criança a melhorar a alimentação e, para isso, algumas dicas são: - Evitar comprar e oferecer alimentos industrializados, como biscoitos, refrigerantes, bolos e refeições prontas congeladas, doces, salgadinhos, fast food ou sorvetes, pois são ricos em açúcar e gordura; - Priorizar carnes magras, como frango, ovos ou peixes; - Oferecer 3 porções de frutas frescas ao longo do dia, como banana, laranja, morango, kiwi, caqui, mamão, tangerina ou melão; - Não deixar a criança pular refeições, mantendo intervalo de 3 horas entre as refeições, que incluem café da manhã, lanche da manhã e da tarde, almoço e jantar; - Incluir 2 porções de vegetais frescos no dia, como vagem, chuchu, cenoura, abobrinha, brócolis, tomate, berinjela ou cogumelos; - Priorizar cereais integrais, como pão integral, arroz integral ou macarrão integral;

Tire suas dúvidas

Tem alguma dúvida? Envie para a nossa equipe e ela irá ajudá-lo.